Destaques

CAU/BR empossa os conselheiros federais do triênio 2021-2023

Cerimônia ocorreu por videoconferência

Tomaram posse na noite de 15 de dezembro de 2020, Dia Nacional do Arquiteto e Urbanista, os (as) 28 novos (as) conselheiros (as) federais titulares do CAU/BR, representando os 27 CAU/UF e as Instituições de Ensino Superior (IES). Também foram empossados 26 suplentes de conselheiros federais – dois deles (SP e RR) não tiveram condições de participar da cerimônia, realizada por videoconferência, e assumirão seus cargos em janeiro.

 

A solenidade, realizada virtualmente em razão da pandemia da Covid-19, foi integralmente transmitida ao vivo e sua gravação está disponível no canal do Youtube do CAU/BR. “Estamos vivenciando hoje uma cerimônia em situações adversas, diferente das anteriores, mas isso não tira o brilho do momento. Dessa forma cumprimento a todos com abraços fraternos usando da figura de longos braços”, afirmou o presidente do CAU/BR, Luciano Guimarães, no início do evento.

 

“Hoje é dia de festa, de confraternização pela profissão que escolhemos e não podemos deixar de fazer referência à relação e o compromisso dos arquitetos e urbanistas com a saúde pública e com a vida”.

 

Após a leitura dos termos de compromisso e de posse, o presidente do CAU/BR fez as chamadas das duplas de cada Estado e do DF e todos concordaram em assumir os cargos. Veja abaixo alguns desses momentos.

 

CLIQUE AQUI PARA CONHECER A COMPOSIÇÃO DO PLENÁRIO DO CAU/BR PARA A GESTÃO 2021-2023.

 

Ao final, o presidente do CAU/BR fez um balanço das realizações da gestão atual. CLIQUE AQUI PARA ACESSAR MATÉRIA A RESPEITO. 

 

 

 

COMISSÃO ELEITORAL NACIONAL

Durante a cerimônia, Luciano Guimarães agradeceu à Comissão Eleitoral Nacional “cujos membros muito se empenharam para trazer tranquilidade e normalidade ao pleito ocorrido em 15 de outubro”.

 

A coordenadora da CEN, Vera Carneiro, falou em seguida. Ela esclareceu que por motivos alheios à comissão, houve um atraso na publicação da homologação dos resultados das eleições no Diário Oficial (deveria ocorrer dia 7, pelo calendário eleitoral, mas aconteceu só dia 11). Dessa forma, a CEN promoveu a divulgação tempestiva dos resultados no site eleitoral nacional, com vista a garantir a regularidade e a legitimidade dos atos de diplomação dos eleitos pelas comissões eleitorais.

 

Não houve alteração dos resultados das eleições de 15 de outubro, mas a composição do Plenário do CAU/ES será diferente pois um titular e um suplente desistiram e foram substituídos pelos próximos na lista da respectiva chapa. No caso do CAU/RN também houve desistência de um suplente, mas a composição do Plenário não mudou uma vez que o titular permaneceu no cargo para o qual foi eleito. Eventuais novas ocorrências semelhantes serão julgadas pela próxima Comissão Eleitoral Nacional em 2021, conforme o Regulamento Eleitoral.

 

A coordenadora também informou que em 15 de dezembro, durante sua última reunião plenária, julgou todas as denúncias, restando pendentes apenas uma do Pará e outra de Santa Catarina, ambas ainda em fase de análise pelas respectivas comissões eleitorais estaduais.

 

HOMENAGEM

Ao final da cerimônia, o presidente Luciano Guimarães recebeu uma placa de homenagem de funcionários do CAU/BR.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS

VEJA COMO VOTAR: ELEIÇÕES DO CAU 2023 ACONTECEM NO DIA 10 DE OUTUBRO

CAU/PA empossa os aprovados no Concurso Público 01/2023.

CAU/PA lança o Episódio 2 – Mestre Hélio Veríssimo do projeto Arquitetos do Pará

Pular para o conteúdo